Revisão Sistemática da Literatura em Engenharia de Software

Revisão Sistemática da Literatura em Engenharia de Software Teoria e PráticaEdição 1

Autor(es): By Elisa Yumi Nakagawa, Kátia Romero Felizardo Scannavino, Sandra Camargo Pinto Ferraz Fabbri and Fabiano Cutigi Ferrari
ISBN: 9788535286410
Data de publicação : Jan 26, 2017
Nº de páginas: 144
Preço de varejo sugerido:
  • BRL: R$65.00
  • Descrição
  • Sobre o autor(es)
  • SUMÁRIO
Descrição

Características

Os leitores serão capazes de:

  • Compreender o processo para conduzir uma RS;
  • Realizar uma pesquisa abrangente de literatura;
  • Selecionar estudos relevantes para responder questões de pesquisa;
  • Compreender métodos.

Objetivo é ensinar revisão sistemática (RS) para alunos de graduação e pós-graduação por meio de perguntas e respostas. As perguntas foram coletadas durante as palestras e cursos sobre RS, e representam os tipos mais comuns de dúvidas sobre o tema.

Serão usados exemplos para que os leitores possam entender cada fase do processo que compõe uma RS com confiança. Em resumo, proposta de um livro prático, que poderá ser utilizado como um guia para melhorar a compreensão sobre o processo de RS e seus detalhes.

Sobre o autor(es)
By Elisa Yumi Nakagawa; Kátia Romero Felizardo Scannavino; Sandra Camargo Pinto Ferraz Fabbri and Fabiano Cutigi Ferrari
SUMÁRIO

Colaboradores  v
Apresentação vii
Prefácio ix
Lista de Figuras xv
Lista de Tabelas xvii
Capítulo 1: Revisão sistemática 1
Questão 1: O que é uma RS? 3
Questão 2: Qual a origem da RS? 5
Questão 3: Como conduzir uma RS e quais são as diretrizes existentes? 6
Questão 4: Quais são os recursos necessários para executar uma RS? 8
Questão 5: Qual a confiabilidade de uma RS? 10
Questão 6: Quais são as vantagens, desvantagens e limitações de RSs? 11
Conclusões 12
Capítulo 2: Protocolo da revisão sistemática 15
Questão 1: O que é o protocolo? 17
Questão 2: Qual é o objetivo e itens relacionados com a seção
Informações gerais? 19
Questão 3: Qual é o objetivo e itens relacionados com a seção Questões
de pesquisa? 20
Questão 4: Qual é o objetivo e itens relacionados com a seção Identificação
de estudos? 24
Questão 5: Qual é o objetivo e itens relacionados com a seção Seleção
e avaliação de estudos? 25
Questão 6: Qual é o objetivo e itens relacionados com a seção Síntese
dos dados e apresentação dos resultados? 27
Questão 7: Como avaliar o protocolo? 29
Conclusões 30
Capítulo 3: Identificação de estudos 31
Questão 1: Como realizar uma busca abrangente por estudos primários? 33
Questão 2: Quais são os passos para converter questões de pesquisa
em uma estratégia abrangente de busca? 34
 
Questão 3: O que é e para que serve uma busca piloto? 36
Questão 4: A especificidade e a generalidade dos termos influenciam
a recuperação de estudos? 37
Questão 5: Quais são as melhores fontes de estudos primários? 39
Questão 6: Qual a importância e os riscos de consultar especialistas? 43
Questão 7: Quais as diferenças entre busca automática e manual? 44
Questão 8: Como localizar estudos na literatura cinzenta? 45
Questão 9: O que é bola de neve (snowballing)? 47
Questão 10: Por que é necessário documentar o processo de busca? 48
Conclusões 50
Capítulo 4: Seleção e avaliação de estudos 51
Questão 1: O que são critérios de seleção? 54
Questão 2: Quais são as etapas da seleção de estudos primários? 57
Questão 3: O que é a avaliação da qualidade de estudos primários? …………… 60
Questão 4: Quantos pesquisadores devem participar da seleção
de estudos primários? 62
Questão 5: Qual é o número adequado de estudos a serem incluídos
em uma RS? 66
Questão 6: A seleção deve ser documentada? 67
Conclusões 69
Capítulo 5: Síntese dos dados e apresentação dos resultados 71
Questão 1: O que é a extração de dados? 74
Questão 2: Como distribuir os estudos incluídos entre os revisores
para realizar a extração de dados? 75
Questão 3: Como gerenciar e armazenar os dados extraídos? 76
Questão 4: Como sintetizar os dados extraídos? 78
Questão 5: O que é a análise de sensibilidade, quando e como aplicá-la? 83
Questão 6: O que é e como relatar os resultados de uma RS? 84
Questão 7: Como estruturar a documentação dos resultados de uma RS? 86
Questão 8: Uma RS precisa ser atualizada? 88
Conclusões 89
Capítulo 6: Mapeamento Sistemático 91
Questão 1: O que é um MS? 93
Questão 2: Por que realizar um MS? 94
Questão 3: Quais as semelhanças e diferenças
entre MS e RS? 95
Questão 4: Quais são as fases do processo de MS? 96
Questão 5: Como definir as questões de pesquisa para um MS? 97
 
Questão 6: Qual a estratégia de busca mais adequada para um MS? 98
Questão 7: Quais critérios utilizar para selecionar estudos relevantes
em um MS? 102
Questão 8: Como realizar a avaliação dos estudos para decidir
ou não pela sua inclusão? 103
Questão 9: É necessário avaliar a qualidade dos estudos selecionados
em um MS? 103
Questão 10: Como extrair e categorizar dados em um MS? 104
Questão 11: Como sintetizar e apresentar os resultados de um MS? 108
Questão 12: Quais são as ameaças à validade de um MS? 108
Questão 13: Como reportar um MS? 109
Questão 14: Quais são os principais problemas enfrentados durante
a realização de um MS? 110
Conclusões 111
Capítulo 7: Considerações finais 113
Referências 119