Manual de Terapêutica
Manual de Terapêutica,
Edição 4 Pediatria
By ACM - Associação Catarinense de Medicina, Ademar José de Oliveira Paes Jr and Amberson Assis Vieira

Data de publicação : 21 Set 2017

Descrição

Uma série abrangente e útil para estudantes, residentes e médicos, com autores experientes e renomados em suas áreas de atuação. A Série Manuais de Terapêutica da Associação Catarinense de Medicina (ACM) é compromisso científico da Instituição e vem melhorando a cada nova edição lançada, nesta com especial aprimoramento gráfico. Composta por cinco livros, a série auxilia estudos em Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia, Clínica Médica e Cirurgia Geral. O volume de Medicina de Família e Comunidade recebe um destaque especial devido a grande demanda à estes profissionais, exigindo maior amplitude de conhecimentos generalistas também."

Apresenta abordagem prática nos desafios médicos do dia a dia, com informações objetivas para aqueles que prestam assistência ao paciente, o qual passou a ter maior acesso a informação nos últimos 10 anos, tornando-se mais exigente em suas preocupações. O progresso e a disseminação de um grande volume de novos métodos diagnósticos, técnicas de cirurgia e medicamentos obrigam os médicos a desenvolverem capacidades de síntese e esta série tem o foco no que há de essencial para a prática diária.

Os estudantes de medicina podem encontrar na série material para fornecer visão geral da medicina e as diversas possibilidades para diagnóstico e tratamento propostas pelos profissionais dos quais em breve vão se tornar colegas de profissão. As obras desta série servem como ótima fonte de revisão uma vez que são ricas em tabelas, quadros e imagens que certamente vão auxiliar nos estudos para as provas de graduação, residência médica e concursos."

Sobre o autor(es)
By ACM - Associação Catarinense de Medicina, A Associação Caterinense de Medicina e a Casa do Médico Catarinense foi fundada em 28 de abril de 1937 por médicos visionários que já percebiam que somar esforços na busca de objetivos comuns poderia gerar maiores resultados e ampliar a representatividade nos mais diversos pleitos e anseios dos médicos, a Associação Catarinense de Medicina tem hoje como principal missão atuar na defesa da classe médica e promover o desenvolvimento científico e sociocultural. A casa do médico Catarinense também atua junto à sociedade nos aspectos relacionados às políticas de saúde e aos impactos delas decorrentes para o desenvolvimento da medicina e do bem estar da população. Por isto é reconhecida como de utilidade pública nas esferas Estadual e Municipal, respectivamente pelas Leis nº 1551 e 862. A ACM faz parte do sistema federativo da Associação Médica Brasileira (AMB) e suas estratégias de atuação são sustentadas por valores essenciais, tais como: com prometimento, credibilidade, inovação, moralidade, profissionalismo, receptividade e seriedade. Participa da comissão mista de especialidades, fórum que define, regula e confere o título de especialista ao médico dentro de sua área de atuação e de acordo com os critérios previstos na legislação. Sob estes preceitos a casa do médico catarinense desenvolveu esta coleção, com artigos de alto impacto, redigidos por profissionais considerados referência em sua área de atuação, que sob um eixo transversal permeiam as questões mais profundas das cinco áreas básicas da medicina e, que certamente contribuirão no seu aprimoramento técnico-científico; Ademar José de Oliveira Paes Jr, Ademar José de Oliveira Paes Junior é Doutor em Ciências na área de Radiologia e Diagnóstico por imagem pelo Instituto de Radiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Médico Radiologista responsável pela área de Radiologia da Clínica Imagem e Hospital Baia Sul, Florianópolis, SC. Editor da Revista Arquivos Catarinense de Medicina, periódico de divulgação cientifica da Associação Catarinense de Medicina e Membro titular do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem and Amberson Assis Vieira, Amberson Assis Vieira é Médico Cardiologista com residência médica pelo Instituto de Cardiologia de Santa Catarina. Membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Cardiologia e associado da ACM, onde também ocupou cargos de direção. É responsável pelo ambulatório de Microcardiopatias e Transplantes do Instituto de Cardiologia de Santa Catarina, além de coordenador dos programas de residência médica da instituição, contribuindo para a formação de novos especialistas
SUMÁRIO
Sumário
CAPÍTULO 1
BIOÉTICA 1
CAPÍTULO 2
PROMOÇÃO DA SAÚDE 6
2.1 Triagem Neonatal Biológica . 6
2.2 Imunização . 11
CAPÍTULO 3
ADOLESCÊNCIA 21
3.1 Distúrbios Menstruais na Adolescência . 21
3.2 Contracepção na Adolescência . 26
3.3 Atendimento do Adolescente 31
3.4 Crescimento na Adolescência . 33
3.5 Desenvolvimento Psicológico na Adolescência 35
3.6 Vulvovaginites . 37
3.7 Intervenção Pedagógica — Ressignificando Espaços . 41
CAPÍTULO 4
ALERGIA E IMUNOLOGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43
4.1 Rinite Alérgica . 43
4.2 Reações Adversas a Medicamentos . 47
4.3 Imunodeficiências na Infância . 50
4.4 Urticária na Infância 52
4.5 Anafilaxia . 55
CAPÍTULO 5
CARDIOLOGIA 57
5.1 Insuficiência Cardíaca Congestiva e Choque Cardiogênico . 57
5.2 Crise Hipoxêmica . 61
5.3 Arritmias 63
5.4 Febre Reumática 68
5.5 Drogas Comumente Usadas em Cardiologia 72
5.6 Endocardite Infecciosa . 75
5.7 Miocardite . 80
5.8 Repercussões Cardíacas das Doenças Sistêmicas 83
5.9 Dislipidemias em Crianças e Adolescentes . 86
5.10 Cardiologia Pediátrica Intervencionista . 88
5.11 Manejo Pediátrico da Criança com Cardiopatia Congênita 90
5.12 Pericardite e Derrame Pericárdico . 97
5.13 Semiologia Cardiovascular e Sopros Inocentes 100
CAPÍTULO 6
DERMATOLOGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 105
6.1 Dermatologia Pediátrica 105
6.2 Dermatoviroses 106
6.3 Dermatofitoses (Tinhas) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .111
6.4 Piodermites . 113
6.5 Dermatozooses . 116
6.6 Dermatite Atópica 118
6.7 Prurigo Estrófulo . 122
6.8 Nevo Melanocítico Congênito . 123
6.9 Genodermatoses 125
6.10 Acne Vulgar 129
CAPÍTULO 7
ENDOCRINOLOGIA 132
7.1 Baixa Estatura . 132
7.2 Diabetes Insipidus 135
7.3 Doenças da Tireoide 137
7.4 Puberda de Atrasada . 141
7.5 Ginecomastia . 143
7.6 Criptorquidia 145
7.7 Insuficiência Adrenocortical 147
7.8 Baixa Massa Óssea e Osteoporose na Infância 149
7.9 Distúrbios da Diferenciação Sexual 152
7.10 Complicações Agudas do Diabetes Melito Tipo 1 (DM1) 154
7.11 Alta Estatura . 160
7.12 Hipoglicemia 161
7.13 Puberdade Precoce 163
CAPÍTULO 8
GASTROENTEROLOGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 165
8.1 Refluxo Gastroesofágico . 165
8.2 Colestase Neonatal 168
8.3 Dor Abdominal Crônica . 170
8.4 Constipação Intestinal . 173
8.5 Hepatites Virais 177
8.6 Doenças Pépticas Gastroduodenais . 181
8.7 Intolerância à Lactose 184
8.8 Diarreia Aguda 187
8.9 Alergia Alimentar . 191
8.10 Doença Celíaca . 194
8.11 Hemorragia Digestiva . 198
CAPÍTULO 9
GENÉTICA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 201
9.1 Novas Doenças da Triagem Neonatal em Santa Catarina —
Galactosemia e Deficiência de Biotinidase . 201
9.2 Fenilcetonúria (FNC) 208
9.3 Guia de Supervisão de Saúde para Pessoas com Síndrome de Down . 212
9.4 Doenças Raras: Doenças de Depósito Lisossômico como Modelo . 216
CAPÍTULO 10
HEMATO-ONCOLOGIA 221
10.1 Interpretação do Hemograma na Criança 221
10.2 Síndrome Anêmica: Investigação e Diagnóstico Diferencial 228
10.3 Anemia Ferropriva . 231
10.4 Defeitos da Membrana Eritrocitária 234
10.5 Eritroenzimopatias . 236
10.6 Talassemias 239
10.7 Doença Falciforme 244
10.8 Anemia Hemolítica Autoimune . 249
10.9 Anemia Aplástica 252
10.10 Anemias Megaloblásticas 254
10.11 Distúrbios Hemorrágicos Agudos: Investigação e
Diagnóstico Diferencial 257
10.12 Trombocitopenia Imune Primária 259
10.13 Coagulopatias Hereditárias 263
10.14 Doença Tromboembólica e Anticoagulação . 267
10.15 Neutropenia . 270
10.16 Síndromes Hemofagocíticas . 273
10.17 Linfonodomegalias: Quando Pensar em Câncer? . 276
10.18 Transfusão de Sangue e Hemoderivados 280
10.19 Reações Transfusionais Agudas ao Sangue e Hemoderivados . 284
10.20 Diagnóstico Precoce do Câncer Pediátrico 286
10.21 Emergências Oncológicas Infecciosas . 291
10.22 Emergências e Urgências Oncológicas Não Infecciosas 299
10.23 Leucemias Agudas . 304
10.24 Tumores do Sistema Nervoso Central 306
10.25 Linfoma Não Hodgkin . 308
10.26 Linfoma de Hodgkin 310
10.27 Tumor de Wilms 313
10.28 Neuroblastoma 315
10.29 Retinoblastoma . 317
10.30 Tumores Ósseos Malignos . 319
10.31 Histiocitose das Células de Langerhans . 322
10.32 Sarcomas de Partes Moles . 324
10.33 Tumores de Células Germinativas 327
10.34 Outros Tumores Sólidos 329
10.35 Cuidados Paliativos: Abordagem da Dor e dos Vômitos . 332
CAPÍTULO 11
INFECTOLOGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 335
11.1 Doenças Exantemáticas 335
11.2 Tuberculose 341
11.3 Toxoplasmose Congênita 346
11.4 Sífilis Congênita . 348
11.5 Leptospirose . 350
11.6 Citomegalovírus . 353
11.7 Doença de Kawasaki . 356
11.8 Infecção pelo HIV e AIDS . 358
11.9 Coqueluche 363
11.10 Infecção pelo Vírus Epstein-Barr 366
CAPÍTULO 12
NEFROLOGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 369
12.1 Urolitíase em Crianças e Adolescentes: Revisão e Atualização . 369
12.2 Insuficiência Renal Aguda 379
12.3 Métodos Dialíticos em Insuficiência Renal Aguda . 384
12.4 Infecção do Trato Urinário 388
12.5 Hematúria 391
12.6 Enurese Noturna Primária 393
12.7 Glomerulonefrite Difusa Aguda Pós-Estreptocócica 396
12.8 Síndrome Nefrótica na Infância . 398
12.9 Síndrome Hemolítico-Urêmica 403
12.10 Hipertensão Arterial Sistêmica 407
CAPÍTULO 13
NEONATOLOGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 412
13.1 Aleitamento Materno e Cuidados com o Recém-nascido em Alojamento Conjunto . 412
13.2 Policitemia e Anemia . 416
13.3 Displasia Broncopulmonar . 420
13.4 Transporte Neonatal 423
13.5 Analgesia e Sedação do Recém-nascido 427
13.6 Reanimação Neonatal 433
13.7 Assistência ao Recém-nascido Pré-termo – Princípios Gerais 439
13.8 Aspiração de Líquido Amniótico Meconial . 443
13.9 Síndrome do Desconforto Respiratório 445
13.10 Infecção Fúngica . 448
13.11 Terapia de Reposição Hidroeletrolítica 452
13.12 Enterocolite Necrosante 454
13.13 Distúrbios Metabólicos . 456
13.14 Nutrição Enteral do Recém-nascido Pré-termo . 460
13.15 Sepse Neonatal Precoce . 463
13.16 Sepse Neonatal Tardia 466
13.17 Distúrbios Eletrolíticos Neonatais 470
13.18 Apneia Neonatal . 475
13.19 Hiperbilirrubinemia Indireta . 478
13.20 Nutrição Parenteral . 483
13.21 Suporte Ventilatório Não Invasivo 486
13.22 Persistência do Canal Arterial . 489
13.23 Ventilação Mecânica Invasiva . 491
13.24 Choque Neonatal . 495
13.25 Seguimento do Recém-nascido de Risco 498
CAPÍTULO 14
NEUROLOGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 502
14.1 Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) . 502
14.2 Ataxias Agudas . 505
14.3 Síndrome de Guillain-Barré . 509
14.4 Emergências Metabólicas nos Erros Inatos do Metabolismo 512
14.5 Eventos Paroxísticos Não Epilépticos 516
14.6 Convulsões Febris . 520
14.7 Primeira Crise Epiléptica Não Provocada em Crianças . 523
14.8 Estado de Mal Epiléptico 528
14.9 Meningites e Meningoencefalites na Infância . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .533
14.10 Transtornos do Sono . 543
14.11 Transtornos do Espectro Autista . 546
CAPÍTULO 15
ORTOPEDIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 549
15.1 Pé plano 549
15.2 Quadril Doloroso 551
15.3 Displasia do Desenvolvimento do Quadril . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .558
15.4 Síndromes Neuromusculares na Ortopedia Infantil . 560
15.5 Pé Torto Congênito 563
15.6 Deformidades Rotacionais e Angulares dos Membros Inferiores 567
15.7 Deformidades da Coluna Vertebral – Escoliose Idiopática . 570
15.8 Epifisiólise Proximal do Fêmur . 572
15.9 Paralisia Obstétrica . 574
15.10 Pé Cavo . 576
15.11 Tumores Ósseos na Infância 580
CAPÍTULO 16
OTORRINOLARINGOLOGIA 583
16.1 Deficiências Auditivas . 583
16.2 Obstrução Nasal . 585
16.3 Otites 588
16.4 Laringites 591
16.5 Emergências em Otorrinolaringologia 593
16.6 Rinites 597
16.7 Malformações Congênitas da Laringe . 602
16.8 Rinossinusites . 605
16.9 Faringotonsilites e Anel Linfático de Waldeyer . 608
CAPÍTULO 17
PNEUMOLOGIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 612
17.1 Fibrose Cística 612
17.2 Aspiração de Corpo Estranho 615
17.3 Tabagismo . 616
17.4 Bronquiolite Viral Aguda . 617
17.5 Asma 621
17.6 Pneumonias – Quadro Clínico . 630
17.7 Pneumonias – Tratamento 634
17.8 Tosse . 638
CAPÍTULO 18
CIRURGIA PEDIÁTRICA 641
18.1 Defeitos Congênitos da Parede Abdominal . 641
18.2 Anomalia Anorretal 644
18.3 Aganglionose Congênita do Cólon 647
18.4 Higroma Cístico . 650
18.5 Empiema Pleural 651
18.6 Apendicite Aguda 653
18.7 Hidronefrose no Recém-nascido . 656
18.8 Duplicidade do Sistema Pielocalicial . 657
18.9 Megaureter 658
18.10 Refluxo Vesicoureteral 659
18.11 Extrofia Vesical . 661
18.12 Disfunção Miccional 662
18.13 Fimose 664
18.14 Hipospadia 665
18.15 Distopias Testiculares . 667
18.16 Escroto Agudo . 668
18.17 Abdome Agudo no Recém-nascido 670
18.18 Queimaduras em Crianças 674
18.19 Hemangiomas 680
18.20 Abdome Agudo na Criança 682
18.21 Doenças Cirúrgicas do Diafragma 684
18.22 Cistos e Fístulas Cervicais 686
18.23 Doenças Cirúrgicas do Aparelho Respiratório . 688
18.24 Ingestão de Cáusticos . 691
18.25 Cirurgia Neonatal . 694
18.26 Parede Abdominal . 696
18.27 Invaginação Intestinal . 697
CAPÍTULO 19
ODONTOLOGIA 699
19.1 Noções Básicas de Odontopediatria . 699
CAPÍTULO 20
HUMANIZAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 703
20.1 Atenção Humanizada na Saúde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .703
20.2 Atenção Humanizada na Saúde – Uma Visão do Profissional da Saúde . . . . . . . . .707
20.3 Atenção Humanizada na Saúde – Enfoque Interdisciplinar 710
Detalhes do Produto
ISBN: 9788535287196
Nº de páginas: 744
Preço de varejo sugerido: R$271,00
978-85-352-8756-1, ACM - Associação Catarinense de Medicina: Manual ACM de Terapêutica em Medicina de Família e Comunidade, 4e,
978-85-352-8717-2, ACM - Associação Catarinense de Medicina: Manual ACM de Terapêutica em Clínica Médica, 4e,
978-85-352-8718-9, ACM - Associação Catarinense de Medicina, Paes Jr & Vieira: Manual ACM de Terapêutica em Ginecologia e Obstetricia, 4e